Archive for ‘Lar Natural’

fevereiro 9, 2011

Economize na cozinha

 

Além do reaproveitamento de alimentos, há inúmeras dicas de economia na cozinha por aí.
Aqui vão algumas básicas:

1-COZINHE MAIS EM PANELA DE PRESSÃO
Você pode cozinhar tudo em panela de pressão (feijão, arroz, carne, peixe, macarrão etc.), de forma rápida e economizando 70% do gás.

2-TAMPE SUAS PANELAS AO COZINHAR
Ao tampar as panelas, você aproveita o calor que se perderia no ar.

3-ANTES DE COZINHAR, RETIRE TODOS OS INGREDIENTES DA GELADEIRA
Evite abrir e fechar a geladeira constantemente. Essa atitude desperdiça muito mais energia.

4-FAÇA USO DE GARRAFA TÉRMICA
Ao invés de abrir a geladeira o tempo todo, use uma garrafa térmica de 2 ou 5 litros com bastante gelo. A temperatura da água fica conservada o dia inteiro e você economiza energia.

5-COMA MENOS CARNE VERMELHA
A criação de bovinos é um dos maiores responsáveis pelo efeito estufa. O mau cheiro que eles exalam é metano, um gás inflamável e poluente. Além disso, a produção de carne vermelha demanda uma enorme quantidade de água. Cada 1 kg necessita de 200 litros de água potável. O mesmo quilo de frango consome 10 litros.
Aliás, dê uma olhada neste post da Selena e fique boquiaberta..

Info: GreenSense
Img.: Google

Anúncios
dezembro 23, 2010

Multiplique suas plantas

 

A dica de hoje é muito simples para muitas pessoas: o replantio.
Mas muitas outras acham que para terem belos jardins e vasos repletos em casa, precisariam contratar um paisagista ou coisa assim. Nada disso!
É uma delícia multiplicar as espécies e trocar mudinhas com vizinhos e parentes. E também fácil.

Mas, ATENÇÃO: somente tire uma mudinha de uma planta-mãe se for cuidar direitinho dela e se ela já estiver brotando bastante. E não faça o replantio em época de floração.

Lembre-se que os vasos devem conter cacos de cerâmica ou pedras em baixo e terra adubada em cima.

1. A maioria das plantas se reproduzem através de mudas, que são novos caules que brotam da planta-mãe. É só rasgar ou cortar bem na base da nova mudinha e replantá-la onde quiser.

2. As suculentas (como as da Katia na imagem) e os cactos se reproduzem através de suas próprias estacas. É só retirar uma delas e replantar. Dizem que é bom deixar cicatrizar por 1 dia antes de replantar.

3. As orquídeas também soltam novas ramificações. Replante-as e terá novos espetáculos a cada ano.

E assim você vai montando o seu jardim em casa. Tenha plantas em todos os cômodos!
E entre lá no quintal da Kátia para ver do que é que estou falando. Para finalizar, veja a cozinha dela com uma bancada cheia de suculentas e cactos:

 
dezembro 19, 2010

>33. Conserte todos os vazamentos de água

>

Não é nada green ter vazamentos de água em casa.
O Sr. Feng Shui também não recomenda. Diz que água vazando é dinheiro escorrendo pelo ralo.
E nem faz bem pro bolso. Recentemente consertamos um vazamento besta que reduziu a conta de água em 30%. Também fiquei besta e vim contar!

Img.: Squidoo

novembro 18, 2010

>29. Faxina ecologicamente correta

>

O acúmulo das substâncias dos produtos de limpeza nos rios, lagos e praias, que recebem esgotos, pode prejudicar a vida das plantas, pessoas e animais que vivem nestes locais.

A espuma branca (”cisne-de-detergente”) reduz a penetração do oxigênio do ar na água, diminuindo assim o oxigênio disponível na água para respiração desses seres.

Os fosfatos também favorecem a multiplicação de algas vermelhas, que em excesso também prejudicam a oxigenação da água (processo chamado de eutrofização das águas).

A poluição das águas nos rios, lagos, mares e oceanos ocorre também pela reação química resultante da soma dos inúmeros produtos de limpeza que usamos em nossas residências: detergentes, sabão em pó, amaciante, sabonetes, shampoos, cremes dentais, desinfetantes, limpa-vidros, água sanitária, amoníaco, entre outros.

DICAS NATURAIS DE LIMPEZA:

1. Utilizar doses mínimas de produtos de limpeza, diluídos em bastante água. (A quantidade indicada no rótulo é sempre exagerada!)
2. Não ‘faça a festa’ no corredor de produtos de limpeza do supermercado. Não precisamos de um produto diferente para cada coisa a ser limpa.
3. A ÁGUA FERVENTE é eficaz para quase toda limpeza difícil. Os ‘vaporetos’ são uma versão digital deste velho método de limpeza analógico.
4. Água quente com BICARBONATO DE SÓDIO limpa muito bem fornos, pias, bidês e vasos sanitários. Também substitui o cloro na remoção de limo. Basta deixá-lo agir por uma hora e depois retirar o limo com uma mistura de suco de limão e sal.
5. Evitar adquirir produtos em cuja fórmula constem componentes como cloro, formaldeído e solventes.
6. É importante não comprar produtos clandestinos, sem embalagem própria ou rótulo que descreva os conteúdos químicos e indique o fabricante, orienta a Organização Não Governamental Greenpeace.
7. Sempre que puder, experimente produtos ecológicos.
8. Compre somente produtos com selo de certificação.

E aí, vamos compartilhar segredinhos naturebas de limpeza?

Img: ICS Cleaning
Info: Ecoblogs

novembro 3, 2010

>25. Acabe com a bagunça

>

Avental que virou organizador na cozinha, amarrado em volta da porta e preso com dupla-face
Os caixotes reformados organizando o quarto infantil, pintados com tinta de lousa, para poder mudar sempre que quiser a identificação da caixa de brinquedos.

Tá, primeiro eu tenho que guardar um monte de vidro, potes e lixos recicláveis pela minha casa e ainda por cima não pode ter bagunça?
É! Não é nada green ter tranqueira inútil estocada. Tudo deve estar em movimento e reutilização o tempo todo.

Todos os dias devemos fazer reutilizações, doações e reciclagens.

Img.: CountryHome

agosto 14, 2010

>8. Consumo Consciente II

>

Já está na hora de começar a observar a composição e a procedência de cada produto que você está comprando para abastecer sua casa. Devemos comprar pensando em nossa saúde e em nosso planeta.
Deixar a casa branquinha, com cheirinho de frescor, pintura impecável e roupas sem manchas, ao preço de envenenar o solo, o ar e os rios ou de acabar com as florestas? Esta seria uma atitude parecida com o (escatológico)  ‘cuspir para cima’.
As consequências afetariam nossas futuras gerações. Lembra do Harrison Ford dizendo “Lost there, felt here”?

Procure no rótulo se o produto é biodegradável, compre somente ítens de madeira de reflorestamento, enfim dê preferência aos produtos de empresas que têm uma responsabilidade ambiental, como a Estrela, que lançou este jogo do Banco Imobiliário Sustentável.

O jogo é consciente desde o plástico utilizado na fabricação até a própria temática do jogo, com as reservas naturais para se comprar e multas ambientais nas cartas de ‘revés’!

R$ 90, SAC 0800-7045520.

Img.: Minuto Eco, ScienceBlogs

agosto 7, 2010

>6. Vida longa aos vidros

>

Garrafas de azeite, embalagens de azeitonas ou palmitos, molhos de tomate, papinhas de nenê, uma infinidade de produtos são embalados no vidro e podem ter vida após a morte, só depende de você.
Aí na foto eu coloquei apenas uns raminhos de flores em vidros de azeite.
Você pode decorar os potes e fazer porta-qualquer coisa. Ou tampar os potinhos de papinha com tecido e encher de balinhas para dar de lembrancinha, como estes, que vi no blog da Aninha, a Casa que a minha Vó queria.

Já tem muito vidro e está sobrando? Então mande para RECICLAR.

agosto 5, 2010

>5. Aproveite a água da máquina

>Além de todos aqueles cuidados que devemos ter com o uso da água, aqueles que já estamos carecas de saber, tem esta dica que é tão simples e economiza bastante água.

Esta imagem é da Carol Daemon. Ela é super green, visite o site dela: http://caroldaemon.blogspot.com/
Eu também reaproveito a água da máquina em casa, usamos para lavar o quintal, a garagem, o banheiro de fora ou até a cozinha.
É preciso simplesmente desviar a mangueira da máquina para baldes ou um barril maior.
Custo zero + leve esforço = satisfação mil!

julho 9, 2010

>+ Reutilizações em Decor

>

Esta cama de pallet está o maior sucesso na blogosfera, mas vale a pena mostrar para mais gente. Foi feita pela talentosa Lori Danelle. Veja o PAP aqui.

Aqui, são latas de tinta pintadas e fixadas na parede, servindo de nichos para a escrivaninha. Img. da Casa e Jardim, via Casa, coisas & tal.

E esta cabeceira de cama, de venezianas, com as prateleiras emoldurando tudo. SHOW! O problema é que não lembro de onde tirei esta imagem. Se alguém souber, me fala?

junho 5, 2010

>Aproveitando a chuva…

>Hello!

Eu ainda não tinha postado nada sobre o aproveitamento de água da chuva porque queria conhecer mais a fundo sobre o assunto e tirar fotos de algumas casas que eu conheço, só que este assunto é tão importante que nós já estamos é perdendo tempo!

Embora não seja própria para beber, tomar banho ou cozinhar, a água de chuva tem múltiplos usos numa residência.
Entre eles, a rega de canteiros e jardins, limpeza de pisos, calçadas e playground e lavagem de carros – gastos que representam cerca de 50% do consumo de água nas cidadesalém de descarga de banheiros e lavagem de roupas.

As novas construções já deveriam ser feitas com este sistema, mas é possível instalar agora, por aproximadamente R$ 3.600,00, segundo o site oglobo. O esquema é feito assim:

A – Reservatório superior para água de chuva, que também pode ser alimentado pela água potável.
B – Calhas que recebem a água de chuva vinda do telhado.
C – Água de chuva para lavar roupa, uso no vaso sanitário, lavar carros, irrigação do jardim/paisagismo, etc.
D – Bombeamento da água de chuva, do reservatório inferior para o superior.
E – A sujeira retirada pelo sistema de filtragem (e um pouco da água) vai para a galeria pluvial ou para o esgoto.
F – Tubos que recebem água de chuva vinda do telhado e a direcionam para o sistema de filtragem.
G – Cisterna que recebe a água potável da concessionária local.
H – Tanque.
I – Cisterna subterrânea para armazenamento da água de chuva filtrada.
1 – Sistema de filtragem.
2, 3 e 4 – Equipamentos para melhorar a qualidade da água armazenada. 

Onde tem: BellaCalha, Aquastock

Img. e Info: Planeta Sustentável e O Globo

Não dá para mexer com obra agora? Então dá para improvisar um barril como este na parte externa da casa e conseguir guardar pelo menos 180 litros de água da chuva. Depois é só abrir a torneira e aguar o jardim ou encher um balde e lavar o chão. 

O melhor tipo é o feito de plastico reciclado (ou reutilize um barril de vinho como este da foto), com encanamento, torneira, “ladrão”, tela para filtrar folhas e uma tampa sólida removível. Posicione o barril abaixo da saída da calha, mas somente abra a tampa após 1 hora de chuva, quando os resíduos do telhado já tiverem sido lavados.

A Ana me perguntou onde encontrar estes (charmosos) barris. Eu também fiquei com vontade, Ana!
Eu vi na internet para vender na Barril & Cia. (o de 200 L, por R$ 650,00), fora isso e algumas vinículas do Sul, só procurando em vinículas locais mesmo ou apelando para os (menos charmosos) barris plásticos.
Meu sogro fez com uma caixa d’água mesmo. O negócio é começar !

Img. e Info: Sunset