Archive for ‘Água’

março 26, 2011

Dia Mundial da Água e Hora do Planeta

Galerinha verde!

Nem deu tempo de comemorarmos o #World Water Day como ele merece, né?
Mas minha amiga Paula publicou parte do meu texto do ano passado sobre este assunto, na edição de hoje do jornal de Três Pontas-MG em que ela escreve, o Correio Trespontano. Fiquei tão feliz!
Olha aí a página que a gente saiu. Quem quiser ver o jornal todo, pode adicionar o Bella Ideia no facebook.



* Mas ainda dá tempo de aderir à #HoradoPlaneta, deixando de utilizar energia elétrica entre 20h30 e 21h30 no dia de hoje.

Atualizações bloguísticas:

1. Este mês eu não pude participar da Teia Ambiental, mas quem puder, vale a pena entrar nos blogs participantes (posts do dia 7 de março).
2. Selinhos: estou caçando todos os selinhos que eu recebi para postar. É um mais fofo que o outro!

é isso aí! *.*

Anúncios
janeiro 25, 2011

Faça mais para evitar as enchentes [Teia Ambiental]

 

‘Inundação da Várzea do Carmo, 1892’ de Benedito Calixto. Mais visualizações e info aqui.

No dia do aniversário da cidade de São Paulo, eu não poderia pensar em outro tema para falar, se não as enchentes.

Como moro aqui, estou percebendo que a situação tem sido mesmo um fantasma para a população. As pessoas têm receio de sair na parte da tarde, pois acham que podem pegar um temporal e ficar alagados.

Eu já peguei enchentes pequenas, com trânsito e nada mais.
Porém no domingo passado foi a primeira vez que eu fiquei ilhada com a minha família e outras dezenas de paulistanos – em um posto de gasolina no Brás – após escapar da Marginal Tietê, que estava inundada e intrasitável em um certo ponto.
E assim foi em outros pontos da cidade.

O tema tem me chamado a atenção também pelos comentários infelizes de certa camada da sociedade, que culpa pura e simplesmente os moradores dos locais afetados, dizendo que “se eles jogam lixo na rua, que fiquem alagados”.

Jogar lixo na rua é inadmissível.
Colocar o lixo na rua, fora da hora que o lixeiro passa, também é um crime.
Mas infelizmente ainda vemos muito disso acontecendo, partindo de todas as classes sociais.

Mas a história é longa.
Hoje mesmo eu vi uma pintura – por sinal divina como tantas – de Benedito Calixto no Museu do Ipiranga, que retrata uma inundação no centro de São Paulo. Veja a foto lá em cima.
E o nosso museu aí em baixo:

 

Esta dica é importante para nós, mas muito mais importante para o governo de nossa cidade. E este, pelo jeito, desde o início não deu importância para o impacto da urbanização na vida futura.

Digamos que conseguíssemos ensinar os cidadãos – ou coagi-los – a tratar o lixo como deve ser tratado e eliminássemos a questão dos lixos entupindo os bueiros e os rios.
Já seria um certo alívio. Isso ajudaria por alguns anos.

Digamos que conseguíssemos (daqui pra frente) proibir a construção de casas em locais com risco de erosão.
Já salvaríamos muitas vidas.

Mas não seria o bastante. Precisamos de regulamentações ecológicas sérias.

E o efeito estufa? Estamos carecas de saber o que polui e aquece o nosso planeta, causando entre outras reações, a chuva: combustíveis, fumaça das indústrias, aerosois, gases do lixo, queimadas, etc.

Com o ‘desenvolvimento’ da cidade veio a impermeabilização do solo e a erosão.
Com a industrialização veio a poluição.
Assuntos que devem ser levados em consideração pelo governo, regulamentadas, planejadas e colocadas em ação JÁ!
No IG você pode ler as soluções para as enchentes com maiores detalhes.

Também adorei o post da Flora sobre este assunto. Ela esclarece muito bem as causas das enchentes. Querida Flora, perdoe-me mas não pude evitar falar deste assunto também.

Vamos nos conscientizar da verdade antes de tudo.
E como sempre, fazer a nossa parte e dar o exemplo.
E ficar de olho em quem escolhemos (ou escolheram) para cuidar de nossa cidade. Ligar na sub-prefeitura, perguntar, solicitar, cobrar, denunciar.

Ecologia não é mais utopia! Já estamos falando do nosso dia-a-dia.

Img.: NovoMilenio.inf.br e Renata RZ

dezembro 19, 2010

>33. Conserte todos os vazamentos de água

>

Não é nada green ter vazamentos de água em casa.
O Sr. Feng Shui também não recomenda. Diz que água vazando é dinheiro escorrendo pelo ralo.
E nem faz bem pro bolso. Recentemente consertamos um vazamento besta que reduziu a conta de água em 30%. Também fiquei besta e vim contar!

Img.: Squidoo

agosto 5, 2010

>5. Aproveite a água da máquina

>Além de todos aqueles cuidados que devemos ter com o uso da água, aqueles que já estamos carecas de saber, tem esta dica que é tão simples e economiza bastante água.

Esta imagem é da Carol Daemon. Ela é super green, visite o site dela: http://caroldaemon.blogspot.com/
Eu também reaproveito a água da máquina em casa, usamos para lavar o quintal, a garagem, o banheiro de fora ou até a cozinha.
É preciso simplesmente desviar a mangueira da máquina para baldes ou um barril maior.
Custo zero + leve esforço = satisfação mil!

junho 5, 2010

>Aproveitando a chuva…

>Hello!

Eu ainda não tinha postado nada sobre o aproveitamento de água da chuva porque queria conhecer mais a fundo sobre o assunto e tirar fotos de algumas casas que eu conheço, só que este assunto é tão importante que nós já estamos é perdendo tempo!

Embora não seja própria para beber, tomar banho ou cozinhar, a água de chuva tem múltiplos usos numa residência.
Entre eles, a rega de canteiros e jardins, limpeza de pisos, calçadas e playground e lavagem de carros – gastos que representam cerca de 50% do consumo de água nas cidadesalém de descarga de banheiros e lavagem de roupas.

As novas construções já deveriam ser feitas com este sistema, mas é possível instalar agora, por aproximadamente R$ 3.600,00, segundo o site oglobo. O esquema é feito assim:

A – Reservatório superior para água de chuva, que também pode ser alimentado pela água potável.
B – Calhas que recebem a água de chuva vinda do telhado.
C – Água de chuva para lavar roupa, uso no vaso sanitário, lavar carros, irrigação do jardim/paisagismo, etc.
D – Bombeamento da água de chuva, do reservatório inferior para o superior.
E – A sujeira retirada pelo sistema de filtragem (e um pouco da água) vai para a galeria pluvial ou para o esgoto.
F – Tubos que recebem água de chuva vinda do telhado e a direcionam para o sistema de filtragem.
G – Cisterna que recebe a água potável da concessionária local.
H – Tanque.
I – Cisterna subterrânea para armazenamento da água de chuva filtrada.
1 – Sistema de filtragem.
2, 3 e 4 – Equipamentos para melhorar a qualidade da água armazenada. 

Onde tem: BellaCalha, Aquastock

Img. e Info: Planeta Sustentável e O Globo

Não dá para mexer com obra agora? Então dá para improvisar um barril como este na parte externa da casa e conseguir guardar pelo menos 180 litros de água da chuva. Depois é só abrir a torneira e aguar o jardim ou encher um balde e lavar o chão. 

O melhor tipo é o feito de plastico reciclado (ou reutilize um barril de vinho como este da foto), com encanamento, torneira, “ladrão”, tela para filtrar folhas e uma tampa sólida removível. Posicione o barril abaixo da saída da calha, mas somente abra a tampa após 1 hora de chuva, quando os resíduos do telhado já tiverem sido lavados.

A Ana me perguntou onde encontrar estes (charmosos) barris. Eu também fiquei com vontade, Ana!
Eu vi na internet para vender na Barril & Cia. (o de 200 L, por R$ 650,00), fora isso e algumas vinículas do Sul, só procurando em vinículas locais mesmo ou apelando para os (menos charmosos) barris plásticos.
Meu sogro fez com uma caixa d’água mesmo. O negócio é começar !

Img. e Info: Sunset

abril 6, 2010

>Simplesmente Gelo

>

Os remédios de laboratório são muito bem-vindos, mas este post vai para lembrar que o GELO resolve vários probleminhas, naturalmente e até de forma mais eficaz.

A começar pelas famosas contusões: bateu, colocou gelo e pronto. Você evita a formação de “galos”, inchaços e dores muito fortes.
Mas não é só. A sua função vasoconstritora faz parar sangramentos, “adormece” os locais de dor e alivia a coceira de picadas de insetos, instantaneamente.

Além disso, o gelo tem suas funções cosméticas. Se sua pele for oleosa, experimente passar gelo no rosto antes de fazer a maquiagem para uma festa. Ela dura mais.
E tem gente que promete mais brilho no cabelo, se você aplicar gelo no seu comprimento, fechando as cutículas que estiverem abertas.

Se você souber de mais milagres que o gelo proporciona, vamos trocar experiências!
Valeu!!!

Img: Hair Experts

março 22, 2010

>World Water Day

>

Oie!
Hoje é o WORLD WATER DAY, que foi criado no Rio de Janeiro em uma conferência das Nações Unidas sobre o meio-ambiente, em 1992.
Serve para reforçar a conscientização sobre o uso da água e a importância do saneamento para todos.
Se abusamos da água aqui, isto refletirá em outros povos direta ou indiretamente.

Vamos fazer nossa parte? A sementinha já foi plantada pelos ambientalistas. Temos que semeá-la.

1. Compre garrafinha d’água só em último caso! Quando sair, leve água filtrada de casa em um desses squeezes que você ganhou de alguma promoção. Esse hábito nos faz beber mais água também.

2. Utilize filtro em casa e não garrafões de água. Os de barro estão entre os melhores!

3. Sei que o ritual do banho é uma delícia, mas podemos sim fazer a parte do chuveiro ser curta o suficiente para lavar tudo, ficar fresquinha, e depois sim, gastar um tempão nos cremes para o rosto, para o corpo, para o cabelo, etc.
  
4. Uma mudança básica que deve ocorrer é a medição individualizada de água nos condomínios. Quando se mora em prédio, muitos não economizam porque o outro não economiza e porque ‘a conta vem dividida no condomínio, mesmo…’ Em alguns prédios isto já mudou.

5. A água da lavagem de roupas deve ser reaproveitada. Se você não tem quintal para lavar, utilize esta água ao menos nos dias em que for lavar a cozinha, o banheiro ou a sacada.

6. As plantas adoram a água da chuva. Se o tempo virou, corre lá e coloca elas pra tomar chuva. Elas agradecem e a Natureza também.

7. As velhas dicas de economia na hora de escovar os dentes, lavar a louça e a roupa ainda estão valendo. Não lave roupas e louça a toda hora, espere acumular um pouquinho.. tira uma folguinha, vai.. rsrs

Medidas simples, mas de coração. Se todos fizessem sua parte, imagine só a diferença!!!
Além de cuidarmos da beleza e da arrumação de nossa casa, devemos ter o mesmo carinho e dedicação para com a primeira casa que nos foi dada para viver, a Terra.

Img.: vivaterra.org